Pesquisar este portal

quinta-feira, agosto 04, 2022

Taurus faz pré-lançamento do fuzil T10 e anuncia armas com Nióbio


*LRCA Defense Consulting - 04/08/2022 (atualizado em 07/08, às 15h11 horas)

Na Shot Fair 2022, que acontece até o dia 06 no Centro de Convenções e Exposições Expoville, em Joinville (SC), o CEO Global da Taurus Armas trouxe duas grandes novidades que deverão impactar os mercados nacional e internacional de armamentos.

Pré-lançamento do fuzil T10
A primeira delas foi o pré-lançamento do esperado fuzil Taurus T10 na versão desenvolvida especialmente para caça e tiro esportivo. 

O T10 nos calibres .308 Win/7,62x51mm na versão Lightweigth Precision é o mais leve do mercado, com apenas 3,8kg (plataforma AR-10 mais leve do mercado) e cano de 20 polegadas em aço inoxidável 416R (aço especial utilizado em armas de precisão). Possui coronha totalmente ajustável (comprimento e altura), mecanismo de disparo com gatilho flat face de duplo estágio com carga de acionamento ajustável de 0,8 a 3kg e componentes do mecanismo revestidos de níquel químico, trazendo maior durabilidade e sensibilidade de disparo. Além disso, tem Upper, Lower e Guarda-mão Mlok com revestimento em Cerakote® e será fornecido com dois carregadores com capacidade de 20 disparos e um com capacidade de 10 disparos.

O lançamento do T10 no mercado brasileiro deverá ocorrer no final de outubro, quando já estará disponível para CACs e outras categorias de consumidores legalmente autorizadas a adquiri-lo.

Mercado internacional para o T10
Com foco na Índia e em muitos outros países que também utilizam os calibres NATO para seus fuzis de assalto, o fuzil Taurus T10 no calibre .308Win/7,62 x 51mm é baseado na consagrada plataforma AR-10, o que lhe permite se beneficiar de um eventual intercâmbio de peças e acessórios com outros modelos desenvolvidos na mesma plataforma.

Fabricado com o reforçado protocolo militar, o T10 é um típico fuzil de assalto com cano de 20 polegadas que também poderá ser fabricado com um de 16 polegadas, bem como em outras versões, dependendo da finalidade. Esta arma está sendo planejada para disputar os mercados militar e de segurança com outros fuzis similares existentes no mundo.

No caso da Índia, poderá disputar o mercado de fuzis de assalto no calibre 7,62 x 51mm, pois ainda não há nenhuma joint venture estabelecida dentro do Programa Make in Índia que esteja em condições de fabricar um fuzil com esse calibre.

Do ponto de vista logístico, seria bastante interessante a Taurus poder oferecer ao mercado militar, paramilitar e policial indiano fuzis nos mesmos calibres usados pelas forças armadas desse país (7,62x51mm, 7,62x39mm e 5,56x45mm), ainda mais com possibilidade de exportação para os demais países que também os adotam.

Armas com Nióbio - tecnologia totalmente brasileira
Após ser pioneira mundial na produção de armas leves contendo grafeno no polímero e no revestimento (neste, juntamente com o Cerakote), tornando-as mais leves, resistentes e com menor necessidade de lubrificação, a Taurus Armas traz agora mais uma tecnologia disruptiva totalmente brasileira: a adição de Nióbio nas partes metálicas.

O objetivo é tornar essas partes mais duráveis, resistentes (inclusive à corrosão), flexíveis e leves, além de potencializar outras propriedades físico-químicas.

Parceria com o Grupo Randon
Segundo o CEO Global da Taurus, Salesio Nuhs, há alguns dias foi assinada uma parceria com a Nione, que atuará juntamente com o Centro Integrado de Tecnologia e Engenharia Brasil – Estados Unidos (CITE) da Taurus no desenvolvimento da nova e disruptiva tecnologia totalmente brasileira. A Nione é uma empresa de nanotecnologia integrante do Grupo Randon, 100% brasileira e localizada cidade de Içara (SC), que nasceu de estudos científicos realizados pelo Centro Tecnológico Randon (CTR) e pelo Instituto Hercílio Randon (IHR).

Em outubro de 2021, o então vice-presidente executivo e COO das Empresas Randon e CEO da Fras-le, Sérgio L. Carvalho, anunciou a descoberta de um novo método para obtenção de nanopartículas de nióbio em larga escala. A inovação, inédita no mercado mundial, chegou com o propósito de gerar novas oportunidades para diferentes setores da indústria de transformação.

A partir de estudo científico realizado pelo Centro Tecnológico Randon – CTR e pelo Instituto Hercílio Randon - IHR, o processo de obtenção da nanopartícula está apto para ser aplicado. A solução potencializa as características de outros materiais, conferindo maior durabilidade e resistência mecânica, alterando de forma significativa suas propriedades físico-químicas. Além disso, utiliza métodos amigáveis ao meio ambiente, contribuindo para um processo sustentável.

“Após a conclusão de intensos estudos técnicos e experimentações, a aplicabilidade dessa inovação é agora conhecida pelo mercado. É uma tecnologia nacional, com patente requerida pela Fras-le e com potencial de aplicação em escala global”, salientou Sérgio L. Carvalho. 

Para ampliar as pesquisas e expandir as aplicações dessa nova tecnologia, foi constituída uma nova unidade pelas Empresas Randon, com estrutura, equipes e recursos próprios. Inicialmente prevista para aplicação na indústria automotiva, a tecnologia é agora aplicada ao setor de armamentos, podendo ser estendida ainda para outros segmentos industriais.

“Estamos orgulhosos e satisfeitos com o trabalho conduzido de maneira inédita por nossas equipes. Essa inovação comprova a importância de seguirmos investindo em pesquisa e desenvolvimento, movimento que estamos fazendo de forma estratégica nas Empresas Randon. Além disso, a solução está alinhada com o nosso foco em ESG e com a nossa preocupação de seguir os negócios de maneira sustentável. Estamos celebrando uma nova fase para a indústria nacional e internacional”, reforçou o CEO das Empresas Randon, Daniel Randon.

O que é o Nióbio?
O nióbio (Nb) é um metal de transição, descoberto em 1801, mas que começou a ganhar maior relevância em meados do século XX. Encontrado na natureza no estado sólido, tem o Brasil e o Canadá como os seus principais produtores. As características do nióbio, utilizado até então pela indústria na forma micrométrica, e sua capacidade de melhorar as propriedades de outros materiais, o fazem ter hoje inúmeras aplicações, como: em carros, estruturas de edifícios e pontes, turbinas de avião, aparelhos de ressonância magnética, marcapassos, sondas espaciais, foguetes, tubulações de gás, componentes eletrônicos e baterias, entre outros. A tecnologia de transformar o micronióbio em nanonióbio rompeu a barreira do conhecimento e abriu um novo universo de características, possibilidades e aplicações para esse elemento.

Para que se entenda apenas uma das vantagens da aplicação do Nióbio nas partes metálicas de uma arma, o campeão da Fórmula E, Lucas Di Grassi, mostra, no vídeo abaixo, a diferença entre as ligas de aço e de aço-nióbio. As aplicações nos setores de defesa, automobilístico, de construção civil e em muitos outros são revolucionárias!


Vídeos feitos na Shot Fair 2022

Seguem quatro vídeos feitos por youtubers especialistas em armas durante a Shot Fair 2022. Os dois primeiros comentam, principalmente, sobre a pistola GX4 Graphene, o pré-lançamento do fuzil T10 e o desenvolvimento de armas com Nióbio, passando também por outros lançamentos atuais e para o futuro próximo. O dois últimos são só sobre o fuzil T10.

Em todos os vídeos há muito ruído de fundo, o que aconteceu devido às gravações terem que ser feitas no estande da Taurus, captando os sons do grande público presente. Mesmo assim, pelas informações contidas, os vídeos são valiosos.

No vídeo abaixo, publicado no dia 03 pelo canal Guns Fanatics (YouTube), o CEO Global da Taurus Armas comenta sobre a GX4 Graphene e anuncia o pré-lançamento do fuzil T10 e a parceria com a Randon para o desenvolvimento de armas com Nióbio.


Em vídeo publicado no dia 05 no canal Fabi Venera Texas Gun House (YouTube) há mais informações sobre a GX4 Graphene, o novo fuzil T10 e o desenvolvimento de armas com Nióbio. O CEO da Taurus também adiantou que, em breve, serão lançadas as pistolas TS9 e TS9c na versão Graphene, além de outras novidades, como as três armas comemorativas aos 200 anos da Independência do Brasil.


O canal Papo de Atirador ((YouTube) assim apresenta o T10: "Fuzil extremamente desejado e esperado pelo mercado, chegando ao mercado brasileiro, criado e fabricado pela Taurus Armas. Uma arma semiautomática, com 20" de cano, nos calibre 7,62x51 NATO e .308 Win. Alta qualidade, alta precisão, ergonomia fantástica, peso ideal, enfim um conjunto excepcional pra caça e tiro de precisão".


No dia 06, o canal de Samuel Cout no YouTube publicou o vídeo abaixo, discorrendo sobre o T10. Uma das novidades foi a divulgação do preço da arma, que variará entre 26 e 28 mil reais (dependo do Estado).


Saiba mais:

- Taurus prepara o lançamento de novas armas táticas para ocupar nichos mundiais

- Nióbio: nova empresa da Randon viabilizará inovação inédita no mercado mundial

- Rumo à Indústria 4.0, Taurus Armas investe em projeto da Auttom

- Nióbio: Empresas Randon descobrem método para produção de nanopartículas em larga escala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque