Postagem em destaque

Taurus vence na Justiça mais uma ação que alegava problemas em seus armamentos

* LRCA Defense Consulting - 02/07/2020 Esta semana foi proferida sentença que julgou totalmente improcedente a ação civil pública proposta e...

abril 13, 2020

SEPROD prevê para junho a primeira FINTEC em apoio financeiro à Base Industrial de Defesa


*ABIMDE - 13/04/2020

Na noite desta segunda-feira (13), a publicação Defesa Aérea & Naval, em parceria com a comunicação da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE), realizou uma live que contou com a participação do Secretário de Produtos de Defesa (SEPROD), Dr. Marcos Degaut, e com o presidente da associação, Dr. Roberto Gallo.
Durante a conversa, foram abordados importantes temas para a Base Industrial de Defesa (BID) como investimentos para a indústria, tributação, incentivo por meio do BNDES e Finep, como ficam os projetos estratégicos desenhados para 2020, a retomada da economia e, especificamente, da indústria de defesa pós pandemia, além de como a Abimde pode contribuir cada vez mais, por meio de suas associadas, no atendimento às necessidades do Governo.
“ABIMDE e SEPROD desenvolveram uma sinergia muito grande. Estamos sistematizando propostas para ver como a BID pode ajudar no combate à crise e como o Estado pode auxiliar a Base Industrial de Defesa a se manter aquecida”, comenta o secretário, Dr. Marcos Degaut.
Para o presidente da ABIMDE, Dr. Roberto Gallo, “o nível de integração entre Abimde e Seprod é amplo, perene e profundo”.
Ambas as entidades levantaram temas referentes ao futuro da BID, Fundo de Investimento em Participações (FIP) e o Banco de Defesa.
“Quero garantir que não haverá alterações para os projetos estratégicos este ano, os contratos serão cumpridos integralmente”, pontua o secretário.
A respeito das linhas de crédito para as indústrias que compõem a BID, o secretário falou sobre a criação de um banco de defesa nacional, 100% privado, para apoiar a indústria. “Esperamos que ainda nesse primeiro semestre, em junho, já tenhamos a primeira Fintec em operação, que será feita em parceria com a Fiesp”.
Para o presidente da Abimde, “um banco que entenda o que o setor de defesa precisa será um grande divisor de águas, pois um dos problemas da BID é justamente o acesso ao crédito”.
Com mediação dos jornalistas Luiz Padilha e Guilherme Wiltgen, os executivos falaram ainda sobre como deve ficar a indústria de defesa pós-crise do novo coronavírus e o Dr. Degaut ressaltou a importância, para depois desse momento de pandemia, da Mostra BID Brasil, realizada pela ABIMDE no mês de novembro, com promoção da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e apoio dos Ministérios da Defesa e das Relações Exteriores. “A mostra é uma das prioridades do MD. É um evento importante para a retomada econômica da BID e será um evento para fechar o ano de forma brilhante”, finaliza.
Clique aqui para conferir a conversa na íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador.