Pesquisar este portal

abril 30, 2020

Hospital das Forças Armadas inaugura novo serviço de teleatendimento



*Ministério da Defesa - 29/04/2020

Sistema inédito no Brasil de atendimento hospitalar a pacientes entra em vigor na próxima terça-feira (05). A inovação em telemedicina trata-se de projeto piloto desenvolvido pelo Hospital das Forças Armadas (HFA) de Brasília em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein e com o Instituto Laura Fressatto. A novidade é viabilizada por intermédio de acordo de cooperação entre Ministério da Defesa e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.
O sistema, que recebeu o nome de Smart HFA, é uma plataforma digital de atendimento médico online. A inovação possibilita triagem médica com Inteligência Artificial (Robô Laura), teleatendimento com médicos do Albert Einstein e, se for o caso, encaminhamento para o atendimento presencial no HFA.
O Diretor do HFA, General Rui Yutaka Matsuda, ressalta que o novo sistema será testado no Hospital das Forças Armadas e “caso dê certo, nós estaremos em condições de expandir para as demais regiões do Brasil e até para o exterior, incluindo a possibilidade de a plataforma ser utilizada em regiões de Paz, como por exemplo a que existia no Haiti”, destacou.

A nova plataforma digital oferece aos usuários comodidade, rapidez e segurança. O uso do sistema evita deslocamentos e exposições desnecessários, permitindo que somente pacientes com maior necessidade procurem o hospital. O HFA tem em média 30 mil atendimentos por mês.
O Smart HFA contribuirá para evitar a aglomeração de pessoas no hospital, minimizando a possibilidade de contaminação pela COVID-19, tanto dos pacientes quanto dos profissionais de saúde. Para o Diretor do HFA, a plataforma de telemedicina “chegou em hora excepcional, tendo em vista a pandemia do novo coronavírus”, avaliou. O Smart HFA também será utilizado para fazer o mapeamento e o acompanhamento da Covid-19 na comunidade militar e seus beneficiários na região do Distrito Federal”, ressaltou o General Matsuda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque