Pesquisar este portal

terça-feira, novembro 24, 2020

Avantia leva à Mac Jee inovação no monitoramento de área para defesa e aeroespacial

Projeto de alta performance instalado na gigante brasileira do setor de defesa integra câmeras inteligentes, biometria, automação e analytics

*Grupo Segs, Portal Nacional - 23/11/2020

A Avantia acaba de instalar um sistema integrado de alta performance na área de monitoramento da Mac Jee, uma das principais empresas da Base Industrial de Defesa (BID) do Brasil. O objetivo é atuar com as tecnologias mais avançadas do mercado na área de segurança e garantir que todas as normas de proteção sejam devidamente seguidas.

Como parceira do Exército Brasileiro, a Mac Jee tem por compromisso registrar e entregar imagens dos últimos 30 dias da fase de desenvolvimento de seus produtos. Para atender a essa demanda, entre outras, o projeto une câmeras inteligentes, analytics, cartões de acesso, automação e biometria incorporados em um Circuito Fechado de Televisão (CFTV), posicionado em uma Central de Segurança Integrada (CSI). Trata-se de tecnologia de ponta de última geração.

Os alarmes ultrassensíveis de movimento conseguem identificar com precisão os ‘falsos positivos’. Em sistemas comuns, alarmes podem ser acionados por uma movimentação que não representa ameaça. “Nossa solução classifica com exatidão qualquer intercorrência, de forma que o profissional de segurança saiba com clareza quando deve agir", explica Claudinei Morosso, Gerente de Negócios da Avantia responsável pelo projeto.

A inteligência embarcada na tecnologia permite também a automação de processos em áreas de impacto. Um setor que exemplifica bem essa funcionalidade é o espaço para fabricação de material energético. Nele, as máquinas são ligadas remotamente e só funcionam sem a presença humana. A detecção de pessoas na sala bloqueia imediatamente o funcionamento.

“Os sensores identificam e as câmeras comprovam que tem alguém no local. Trabalhamos com essa redundância de dados para sermos precisos nas notificações", ressalta Morosso.

A área militar é uma das que exige maior nível de segurança por atuar com equipamentos de artilharia, por isso os processos internos devem ser precisos e potencializados para prevenção de acidentes e furtos. A área externa também é monitorada: a Avantia analisou todo o perímetro e considerou as peculiaridades da Mac Jee para uma blindagem tecnológica sob medida.

Sobre a Avantia
Empresa brasileira de tecnologia e segurança que utiliza inteligência artificial e faz a integração de soluções tecnológicas por meio do monitoramento inteligente de imagem e som. Fornece serviço de monitoramento de alarmes, ambientes, áreas de risco e estoques para atender as necessidades e reduzir custos de grandes empresas privadas e públicas, indústrias, companhias da construção civil, setores hospitalar e educacional. Atua com tecnologia própria, com produtos desenvolvidos pela sua área de pesquisa e desenvolvimento: a Avantia Labs, sediada no Porto Digital de Pernambuco. A companhia tem 22 anos de mercado, cerca de 500 colaboradores e está sediada em Recife (PE), com escritórios em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e Brasília (DF). A Avantia é parte do Instituto Endeavor e assina projetos de clientes como McDonald’s, Gerdau, RaiaDrogasil, Banco 24Horas, Oi, Chesf, SPTrans, entre outros. www.avantia.com.br

Sobre a Mac Jee
Com mais de uma década na indústria de defesa, o Grupo Mac Jee é constituído por Mac Jee Defesa, Mac Jee Tecnologia e Equipaer, empresas inovadoras, tecnológicas e 100% brasileiras. Contando com um portfólio diversificado de produtos e serviços para o segmento de defesa e aeroespacial, o grupo destaca-se pela capacidade no desenvolvimento de soluções de alta qualidade e investimentos em inovação, garantido autonomia tecnológica.

Sediada em São José dos Campos, a Mac Jee conta com escritórios em São Paulo e na França.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque