Pesquisar este portal

dezembro 16, 2021

Em evento nacional, Atech recebe o Troféu Pró-Ética 2020-2021

A Atech foi representada pelos colaboradores Janaína Pascoal e Matheus Augusto de Lima, da área de Compliance e Jurídica.

*LRCA Defense Consulting - 16/12/2021

A Controladoria-Geral da União (CGU) divulgou, no dia 07 de dezembro, em Brasília, a lista das empresas aprovadas na edição 2020-2021 do Programa Empresa Pró-Ética. O ministro da CGU, Wagner Rosário, participou da cerimônia de abertura e da premiação, ao lado do secretário-executivo da Controladoria, José Marcelo Castro de Carvalho, bem como do secretário de Transparência e Prevenção da Corrupção, Roberto Viegas, e do presidente da Apex-Brasil, Augusto Pestana.

Entre as empresas premiadas estava a Atech, uma Empresa Estratégica de Defesa integrante do Grupo Embraer, que desenvolve sistemas que impactam a vida das pessoas e que envolvem controle e gestão de tráfego aéreo (civil e militar), sistemas de defesa e segurança, simuladores, logística, gestão de ativos, entre outros.  A Atech foi representada pelos colaboradores Matheus Augusto de Lima e Janaína Pascoal, da área Jurídica e Compliance.

Das 327 empresas que solicitaram acesso ao Programa, 236 finalizaram o questionário de avaliação, 195 foram admitidas e 67 vencedoras. “Praticamente triplicamos o número de empresas aprovadas em relação à edição passada do Programa, e esse salto representa um importante crescimento e amadurecimento das empresas e um reconhecido desenvolvimento da integridade no país”, afirmou o ministro da CGU, Wagner Rosário.

Ainda em discurso de abertura, Rosário ressaltou a importância, para o Brasil, de empresas comprometidas com a ética e integridade. “A CGU fomenta toda essa questão, mas quem faz a diferença são vocês, não apenas pelas empresas das quais fazem parte, mas pela cadeia que influenciam com o exemplo e inspiração, conscientizando um número ainda maior de empresas sobre o papel fundamental no combate à corrupção.  Esse é o espírito que vai modificar o nosso país. Estamos no caminho certo”, enfatizou.

Para o ministro da CGU, a semana alusiva ao Dia Internacional Contra a Corrupção, comemorado em 9 de dezembro, é fundamental para que todos reflitam sobre as consequências da corrupção para o país e o que ela gera de atraso, desigualdade social, má aplicação de recursos e destruição de um ambiente íntegro de negócios, entre outros aspectos. “Esta é uma importante semana, em que focamos no combate à corrupção. Uma semana para pensar e avaliar, e um ano todo para executar e transformar um país”, destacou Wagner Rosário.

As empresas foram reconhecidas como comprometidas com a adoção voluntária de medidas de integridade voltadas para a prevenção, a detecção e a remediação de atos de fraude e corrupção.  O ministro da CGU, o secretário-executivo José Marcelo Castro de Carvalho e o secretário de Transparência e Prevenção da Corrupção, Roberto Viegas, entregaram o troféu de empresa Pró-Ética aos vencedores.

Iniciativa pioneira
O Pró-Ética busca promover no país um ambiente corporativo mais íntegro e transparente. As empresas aprovadas contam com os benefícios do reconhecimento público de que estão comprometidas com a prevenção e o combate a atos de fraude e corrupção, da publicidade positiva e da avaliação do programa de integridade por equipe especializada. Leia mais sobre a iniciativa.

Esta edição comemora os 10 anos do projeto e foi realizada com o apoio da Apex-Brasil, em parceria com os membros do Comitê Pró-Ética.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque