Pesquisar este portal

domingo, julho 24, 2022

Depois dos carros, Brasil vai ter roupas blindadas, com moda de alto padrão e à prova de balas

Tecnologia já é usada na Europa e no Oriente Médio. No Brasil, até então, apenas em alguns tipos de fardas | Divulgação / DuPont

*SBT News - 13/06/2022

A indústria mundial de produtos químicos e equipamentos de segurança, DuPont, anunciou, no dia 11 de junho, que está ingressando no mercado brasileiro da moda. Mas, um detalhe: moda de alto padrão e à prova de balas.

Pois é, estilistas e marcas de luxo terão à disposição um tecido de proteção balística, que pode ser utilizado para confeccionar roupas de uso diário. A tecnologia é similar àquela usada para fardas de agentes de segurança.

Justamente por ser um instrumento de proteção balística, o produto precisa ser certificado por órgãos como o Inmetro. Fase que deve ser concluída no segundo semestre. Na Europa e no Oriente Médio a tecnologia já está em uso.

Depois dessa etapa, a multinacional vai oferecer não só o produto, mas assessoria técnica às tecelagens, colocando à disposição o seu laboratório balístico instalado em Barueri, SP, um dos três da DuPont em todo o mundo.

No dia a dia do usuário, nada muda, promente a marca. O resultado é uma vestimenta com proteção a ataques com armas de curto calibre e ainda  com caimento perfeito que não prejudica movimentos e pode passar despercebida.

No anúncio, a DuPont ainda cita que aposta no Brasil por ser um dos maiores mercados de blindagem automotiva do mundo. "Entendemos que esse público, que já consome essa proteção para veículos, vai buscar também um traje com o mesmo nível de proteção para quando estiver fora do carro", diz o líder do segmento de Defesa da DuPont para a América Latina, Marcelo Fonseca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque