Postagem em destaque

Taurus vence na Justiça mais uma ação que alegava problemas em seus armamentos

* LRCA Defense Consulting - 02/07/2020 Esta semana foi proferida sentença que julgou totalmente improcedente a ação civil pública proposta e...

novembro 18, 2019

Agência Enfoque analisa os nove primeiros meses da Taurus Armas


Destaques para o lucro bruto, lucro líquido, receita líquida e Ebidta nos 9M19


O portal financeiro Acionista.com.br publicou ontem (18) uma análise dos nove primeiros meses da empresa Taurus Armas. Com origem na Agência Enfoque, os dados lançam uma luz mais aprofundada e bastante positiva sobre o desempenho da empresa nesse período.


Receita líquida consolidada: 16,7% superior ao registrado no 9M18
Nos 9M19, a Taurus Armas apresentou crescimento da receita líquida consolidada quando comparada a igual período do ano anterior, com aumento da receita da venda de armas tanto no mercado interno quanto no mercado externo. A receita de R$ 242,3 milhões no 3T19, 26,0% superior ao 3T18, levou o acumulado nos nove primeiros meses de 2019 a somar R$ 727,4 milhões, montante 16,7% superior ao registrado no 9M18. Contribuiu para o desempenho o ganho cambial ao contabilizar em moeda nacional as vendas realizadas no exterior.

Lucro bruto: melhor resultado bruto da história da Taurus para esse período
Com aumento da receita nos três primeiros trimestres do ano em relação a iguais períodos de 2018, ao mesmo tempo em que se manteve o firme gerenciamento sobre os custos e se obteve os resultados das medidas realizadas no âmbito do processo de reestruturação realizado na Companhia, o lucro bruto totalizou R$ 256,3 milhões nos 9M19, superando em 8,5% o desempenho registrado no mesmo período do ano anterior. Assim como ocorreu no acumulado de janeiro a julho de 2019, o desempenho dos nove meses também é o melhor resultado bruto da história da Taurus para esse período, sendo gerado quase que exclusivamente pela operação armas.

Margem bruta: em linha com a expectativa da administração
A margem bruta nos nove primeiros meses do ano foi de 35,2%, desempenho que, ainda que 2,7 p.p. inferior ao registrando nos 9M18, está alinhado com a expectativa da administração de que a rentabilidade se estabilize em faixa próxima aos 35%. A redução da margem é explicada pela realização de promoções no mercado norte-americano, realizadas pela Taurus em decorrência da sazonalidade típica do período de férias nos EUA, acompanhando as promoções realizadas também por outras marcas de destaque no mercado.

Despesas com vendas: evolução de 17,6%
As despesas com vendas somaram R$ 87,5 milhões nos 9M19, com evolução foi de 17,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Parte desse aumento está relacionado às despesas variáveis que acompanham o aumento das vendas, além de maiores esforços de marketing, com ações no sentido de reforçar o reconhecimento da marca no Brasil e no exterior e outras despesas extraordinárias registradas no 3T19.

Despesas gerais e administrativas: estáveis
As despesas gerais e administrativas se mantiveram praticamente estáveis na comparação do acumulado entre janeiro e setembro de 2019 e 2018, apresentando redução de 0,2% no período. O desempenho é explicado pela redução de R$ 6,1 milhões ou 16,3% nesse grupo de despesas no 3T19, quando comparado ao 3T18.

Ebidta: recorde para a Taurus tomando por base o período de janeiro a setembro
Considerando os 9M19, o Ebidta (sigla em inglês para receita antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) totalizou R$ 114,8 milhões, com margem de 15,8%. O desempenho é superior ao registrado nos 9M18 em 18,0% em termos de valor e em 0,2 p.p. em termos de margem e, assim como ocorreu na avaliação do primeiro semestre de 2019, é recorde para a Taurus tomando por base o período de janeiro a setembro. Evidencia o avanço do desempenho da Companhia o fato que, nesses primeiros nove meses de 2019, o Ebitda já representa 99,0% daquele acumulado nos doze meses de 2018 (Ebitda ajustado de R$ 116,0 milhões). O crescimento das vendas, levando ao aumento da receita, e a maior diluição das despesas operacionais contribuíram positivamente para essa evolução positiva no período.

Lucro líquido: revertido o resultado negativo de R$ 44,6 milhões dos 9M18
Como resultado do aumento da receita, redução das despesas operacionais e das despesas financeiras, a Taurus registrou lucro líquido de R$ 21,3 milhões no acumulado de janeiro a setembro de 2019, revertendo o resultado negativo de R$ 44,6 milhões dos 9M18. Também contribuiu para o lucro líquido obtido nos 9M19, o resultado positivo de R$ 1,0 milhão gerado pela operação de capacetes que está à venda e, portanto, é classificada como ‘operação descontinuada.

O resultado do 3T19 reduziu o lucro líquido acumulado em 2019 pela Companhia em R$ 26,4 milhões, sendo esse resultado negativo do trimestre explicado pelos seguintes fatores: (i) aumento das despesas financeiras líquidas em decorrência da variação positiva da moeda norte-americana em relação ao Real de 8,2% no trimestre, uma vez que a maior parcela da dívida é cotada em dólares; (ii) menor lucratividade da operação norte-americana em função das condições do mercado local e promoções realizadas; e (iii) aumento das despesas operacionais, com o registro de despesas extraordinárias.

Dívida: redução de R$ 11,2 milhões no período
Em 30/09/2019 a Companhia registrava dívida bruta de R$ 895,5 milhões o que, considerando a posição de caixa e aplicações financeiras na data, representava dívida líquida de R$ 868,1 milhões. Comparado à posição da dívida líquida no encerramento do exercício de 2018, houve redução de R$ 11,2 milhões no período.

*Título secundário e subtítulos: LRCA Consulting

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador.