Postagem em destaque

Taurus vence na Justiça mais uma ação que alegava problemas em seus armamentos

* LRCA Defense Consulting - 02/07/2020 Esta semana foi proferida sentença que julgou totalmente improcedente a ação civil pública proposta e...

fevereiro 12, 2020

Taurus: "procura pelo Fuzil T4 superou todas as previsões de vendas"



*LRCA Consulting - 12/02/2020

Em comunicado divulgado em suas mídias sociais no dia 11,  a empresa Taurus Armas S.A. informou que "a procura pelo Fuzil T4 superou todas as previsões de vendas. Essas reação positiva do mercado brasileiro, aliada aos contratos de Governo, ultrapassaram a nossa capacidade de produção".

Frente ao fato, a empresa complementou que "Em razão disso, informamos que os pedidos a partir desta data serão atendidos em até 30 dias após a autorização ser recebida". Por fim, a Taurus informou ainda que lamenta a demora e que está "trabalhando fortemente para reduzir esse prazo ao máximo".

Em agosto de 2019, segundo o portal financeiro Valor Investe, entre os pedidos da Taurus estavam pelo menos dois mil fuzis modelo T4. Na época, Salesio Nuhs, CEO da empresa, contou a esse portal sobre a existência dessa "fila de espera" desde maio desse ano. A empresa preferiu não detalhar a quantidade de fuzis já solicitados até aquele mês. Segundo Nuhs, os pedidos de fuzis foram feitos, majoritariamente, por colecionadores e atiradores esportivos.


Grande aumento no número de CACs e de armas por eles registradas
Com a flexibilização das normas que regem o assunto, em 2019 houve um expressivo aumento da quantidade de pessoas registradas como CAC (Colecionadores, Atiradores Esportivos e Caçadores) e de armas por elas registradas no Brasil.

Segundo dados publicados no final do ano passado, em dezembro de 2018 havia 255 mil registros, número que saltou para mais de 464 mil até agosto de 2019, quantidade que impressiona, mesmo se sabendo que metade  destas armas estão com o CRAF (Certificado de Registro de Arma de Fogo) inativo por expiração da validade. O número de clubes de tiro também teve um crescimento expressivo em 2018/2019.

Fuzis T4: impacto financeiro estimado para a Taurus
Como o fuzil T4 custa entre R$ 8 mil e R$ 10 mil, dependendo do ICMS do estado, caso tivesse entregue apenas os dois mil fuzis que estavam em lista de espera no mês de agosto, a Taurus teria um faturamento bruto variando entre 16 e 20 milhões de reais.

No entanto, se forem somadas as compras governamentais e as vendas posteriores a agosto, os números poderão ser muito superiores.


Saiba mais:

- Taurus: "mercado indiano poderá dar resultados exponenciais", diz CEO da empresa 

- Licitação da Taurus Armas nas Filipinas é estimada em mais de 10 milhões de dólares 

- Mirando a Ásia, Taurus está vencendo licitação de 11.000 fuzis nas Filipinas 

- Taurus Armas e Jindal Group firmam joint venture para produzir armas na Índia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador.