Postagem em destaque

Taurus vence na Justiça mais uma ação que alegava problemas em seus armamentos

* LRCA Defense Consulting - 02/07/2020 Esta semana foi proferida sentença que julgou totalmente improcedente a ação civil pública proposta e...

abril 06, 2020

Forças Armadas e Indústria Nacional de Defesa somam esforços na luta contra o coronavírus

A aeronave utilizada na operação é o VC-99, que pertence ao Grupo de Transporte Especial (GTE) e que, para atender às demandas da Operação Covid-19, foi adaptada para transportar até 4.000 kg de carga.


*Ministério da Defesa - 06/04/2020

Na guerra contra a Covid-19, o Ministério da Defesa (MD) vem desenvolvendo várias ações em diversas frentes dentro da Operação COVID-19. Uma delas é desempenhada pelo Centro de Coordenação de Logística e Mobilização (CCLM) do MD que, por meio da Força Aérea Brasileira (FAB), oferece o transporte de respiradores e outros bens para o combate à doença, em apoio às ações do Ministério da Saúde.

Com o envolvimento da Secretaria de Produtos de Defesa (SEPROD) do MD e da Confederação Nacional de Indústria (CNI), que conta com centros de manutenção em algumas regiões do país, o trabalho começará a ser executado nesta semana, visando o reparo daqueles equipamentos que estão danificados. As ações também são focadas na distribuição de produtos para unidades de saúde em diversas localidades do país.

Nesta segunda-feira (6), um avião da FAB faz o transporte de 18 respiradores para serem manutenidos, na sede do Centro de Inovação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de Belo Horizonte (MG), que já está preparado para desenvolver o trabalho de reparo. Os equipamentos são provenientes de Macapá (AP) e Brasília (DF). O avião também leva 2,8 mil doses de vacinas tetravalente e contra gripe Influenza para Macapá (que receberá 1,5 mil doses) e Palmas (TO), de onde uma parte do estoque irá, via terrestre, para Araguaína (TO).

Em outra frente, também por meio da Secretaria de Produtos de Defesa (SEPROD), o MD está cadastrando empresas que atuam no setor e que podem auxiliar no combate à COVID-19. A meta da ação denominada “COVID-19, Produtos ao Alcance de Todos” é identificar as empresas que possam fornecer equipamentos para auxiliar no combate ao novo vírus.

Em paralelo, o Ministério está disponibilizando as informações sobre as empresas para órgãos públicos. O link com os nomes das empresas, os locais onde atuam e os equipamentos que podem fornecer foi enviado ao Ministério da Saúde, às Forças Armadas, ao Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), que congrega todos os Secretários de Saúde dos mais de 5,5 mil municípios do país, e ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), que envolve os Secretários Estaduais de Saúde. A ação irá agilizar os processos, uma vez que a capilaridade de empresas de Defesa é ampla, alcançando quase todas as regiões do Brasil.

A ação comprova a dualidade da Base Industrial de Defesa (BID), uma vez que, até o momento, mais de 120 produtos já foram ofertados. A lista compreende álcool gel, artigos de laboratório, aparelhos de terapia respiratória, artigos de uso cirúrgico, kits para teste rápido de diagnóstico da doença, desinfetantes, luvas e máscaras cirúrgicas e de proteção, óculos de segurança, termômetros digitais a laser, viseiras de segurança, entre outros.

Outras empresas que não são do setor de Defesa também foram cadastradas. Elas ofertam produtos como: drones, filtros de água capaz de bloquear o vírus, sistemas de localização, impressoras 3D, sistemas tecnológicos para a área de saúde, plataforma de Inteligência Artificial para realização de diagnóstico da COVID-19 e unidades móveis adaptadas para realização de consultas médicas.

Atualmente, a BID conta com cerca de 1,1 mil empresas. Desse total, 114 estão cadastradas no MD como Empresa de Defesa (ED) ou como Empresas Estratégicas de Defesa (EED).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador.