Pesquisar este portal

janeiro 19, 2021

Taurus desenvolve fuzis com foco em mercados da Ásia, do Leste Europeu, da África e do Oriente Médio

Fuzil Taurus T4, a ser produzido no calibre 7,62 x 39mm

 *LRCA Defense Consulting - 19/01/2021

A Taurus está desenvolvendo um fuzil T4 (plataforma AR-15) no calibre 7,62 x 39mm, produzido com reforçado protocolo militar e com cano nos cumprimentos de 20, 16 e 11,5 polegadas.

O calibre 7.62 x 39 mm foi desenvolvido na antiga União Soviética para ser o padrão russo dos fuzis Kalashnikov AK-47. Atualmente, esse calibre é usado principalmente por parte das forças armadas e por civis da Rússia, bem como por outros países da antiga URSS (Pacto de Varsóvia) e por diversos países do mundo que ainda usam o AK-47 ou suas evoluções, incluindo a última, o modelo AK-203. Neste último rol, encontram-se países da Ásia, do Leste Europeu, da África e do Oriente Médio.

Dentro do projeto de modernização de suas Forças Armadas, a Índia passará a contar com dois calibres padrão de fuzis de assalto: 7,62 x 51 (NATO) e 7,62 x 39 (URSS). O primeiro é usado pelo SIG Sauer 716 G2 Patrol com cano de 16 polegadas, do qual já foram comprados 144.000 unidades, em caráter emergencial, para ser usadas pelas tropas indianas nas operações de contra-terrorismo e nas funções de linha de frente fronteiriça, chamada de Linha de Controle (Line of Control, LoC). O restante das forças armadas indianas será suprido com os fuzis Kalashnikov AK-203 (versão mais moderna do AK-47), no calibre 7,62 x 39mm, os quais serão produzidos em conjunto (joint venture) pela Índia e pela Rússia na fábrica de munições Amethi.

Nesse cenário, é razoável supor que, além dos 500.000 fuzis CQB (T4, no calibre 5,56 x 45) que pretende vender à Índia por meio da JV com Jindal Defense, a Taurus também esteja mirando o imenso mercado indiano de fuzis de assalto nos dois calibres, especialmente por saber que o SIG é importado (e essa não é mais a ideia desse país) e que a JV com a Rússia ainda está "patinando" em questões de preço e burocráticas, enquando sua unidade fabril nesse país começará a produzir já no primeiro trimestre deste ano.  

Fuzil Taurus T10 no calibre 7,62 x 51mm

Para tanto, a empresa também está desenvolvendo o Taurus T10, um fuzil no calibre 7,62 x 51mm baseado na conceituada plataforma AR-10, o que lhe permite se beneficiar de um eventual intercâmbio de peças e acessórios com outros modelos desenvolvidos na mesma plataforma.

Fabricado com reforçado protocolo militar, o T10 é um típico fuzil de assalto com cano de 20 polegadas, mas que também poderá ser fabricado com um de 16 polegadas. Esta arma está sendo planejada para disputar os mercados militar e de segurança com outros fuzis similares existentes no mundo.

No caso da Índia, poderia disputar o mercado de fuzis de assalto no calibre 7,62 x 51mm, pois ainda não há nenhuma joint venture estabelecida dentro do Programa Make in Índia que esteja em condições de fabricar um fuzil com esse calibre.

Do ponto de vista logístico, seria bastante interessante a Taurus poder oferecer ao mercado militar, paramilitar e policial indiano fuzis nos mesmos calibres usados pelas forças armadas desse país, ainda mais com possibilidade de exportação para os demais países que também os adotam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque