Pesquisar este portal

quarta-feira, outubro 20, 2021

Setores de Defesa e de Segurança contam agora com uma fintech específica

 finatec.png


*LRCA Defense Consulting - 20/12/2021

O Ministério da Defesa anunciou o lançamento da Fintech Defesa Mezzo, primeira empresa financeira do Brasil com perfil tecnológico e criada, especificamente, para atender às demandas de financiamentos e investimentos dos setores de Defesa e Segurança.

A Fintech Defesa Mezzo é resultante de iniciativa do Ministério da Defesa, por meio da Secretaria de Produtos de Defesa (SEPROD).

Segundo o MD,  os setores de Defesa e Segurança têm competitividade, tradição e competências reconhecidas globalmente. O lançamento da nova fintech ocorreu em 2 de setembro, na capital paulista, e reuniu cerca de 30 investidores.

O projeto da Fintech Defesa Mezzo foi concluído em abril, após ser viabilizado por meio da assinatura de acordo de cooperação técnica entre o Ministério da Defesa e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O acordo prevê a elaboração de soluções estratégicas de financiamentos e investimentos na Base Científica, Tecnológica e Industrial de Defesa (BCTID).

A iniciativa representa mecanismo financeiro inovador e digital para captação de recursos que viabilizem projetos de crescimento e alavancagem das exportações pela indústria de defesa brasileira, com a atração de potenciais financiadores – notadamente, internacionais – com ganhos para todos os atores envolvidos. A estrutura da Fintech Defesa Mezzo foi concebida a partir do mapeamento real das demandas de recursos, com base nos projetos identificados e investidores interessados em sua execução, sejam esses clientes finais capitalizados, governos ou órgãos de fomento locais e internacionais, visando otimizar a eficiência do investimento e amplificar o potencial de alavancagem.

O evento de lançamento da Defesa Mezzo contou com a presença do Diretor de Financiamentos e Economia de Defesa da SEPROD, Major-Brigadeiro Intendente Marcos Aurélio Pereira Silva, além de outros militares e dos representantes da nova financiadora, o diretor executivo, Calil Buainain, e o sócio-gerente, André Skaf; entre outros integrantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque