Pesquisar este portal

dezembro 01, 2021

Jonica Airways: nova companhia aérea de carga italiana usará jatos Embraer E190

 


*Air Cargo Italy - 24/11/2021

Poucos meses depois que a AlisCargo decolou em nosso país, nasce no mercado do transporte aéreo uma nova empresa italiana que se compromete tanto no transporte de mercadorias como no transporte de passageiros. De acordo com o que foi revelado à Air Cargo Italy por Salvatore Veltri, coordenador do projeto, “está a ser criada uma nova companhia aérea que se chamará Jonica Airways” e terá o Aeroporto de Crotone como “hub operacional e principal aeroporto”.

O projeto ainda está em desenvolvimento, mas "a implementação operacional está prevista para começar no verão de 2022". A estrutura acionária "será formada por um consórcio de empresários" enquanto que no tocante à frota "serão utilizadas inicialmente duas aeronaves Embraer 190, mas a empresa, após concluir a operação comercial, tem forte interesse em expandir seus negócios na Crotone S.

Mediante pedido específico de mais informações e detalhes sobre esta nova iniciativa, o coordenador do projeto Jonica Airways especifica, por exemplo, os investidores que irão participar no consórcio, que “são empresários do Norte de Itália e de um fundo americano; não posso citar quais pois está sendo elaborado um Plano de Negócios específico a ser submetido aos próprios investidores. Uma participação minoritária - acrescenta - poderia ir para os empresários calabreses que estamos tentando envolver ”.

O plano industrial prevê “investimentos de cerca de 6 milhões de euros nos próximos três anos apenas no que diz respeito à atividade operacional e à organização comercial. Ainda não quantificamos o investimento em carga, pois o aeroporto de Crotone tem muitas deficiências de infraestrutura para organizar uma divisão especial ”. Além disso, “a aeronave será fretada com a fórmula de dry lease” e a previsão é transportar frutas e verduras da Calábria “para Alemanha, Inglaterra, Holanda, Emirados Árabes Unidos e Catar. Apoiaremos as empresas exportadoras agro-alimentares da Calábria - conclui Veltri - por meio de uma organização comercial criada ad hoc”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque