Pesquisar este portal

agosto 18, 2023

Exército solicita propostas para sistema de artilharia AP 155mm sobre rodas. Tupã, da Avibras, pode ser uma opção?

Sistema de Artilharia 155mm/52 AP SR Tupã, da Avibras Aeroespacial

*The Defense Post, por Inder Singh Bisht - 18/08/2023

O Exército Brasileiro solicitou propostas para adquirir um sistema de artilharia autopropulsada de 155 mm sobre rodas.

A Força pretende adquirir dois sistemas iniciais para avaliação, seguidos por mais 34 sistemas em diferentes tranches para armar três grupos de artilharia de campanha, informou Janes, citando o documento de solicitação.

O sistema destina-se a substituir o antigo obus rebocado M114A1 como parte das Forças Blindadas do Programa Estratégico do Exército para armar três unidades de artilharia de campanha.

O Exército tem mais de 1.400 peças de artilharia, incluindo 24 M109A3 e 24 obuseiros autopropulsados ​​M109A5 de 155 mm. No entanto, falta um sistema sobre rodas.

Requisitos e possíveis candidatos
Os requisitos exigem um chassi de caminhão de alta mobilidade 6 × 6 ou 8 × 8 com um alcance superior a 500 km que pode transportar até seis tripulantes. O veículo poderia ser equipado com um canhão padrão da OTAN calibre 52 montado, lançadores de granadas de fumaça de 76 mm montados no teto e um suporte para metralhadora de 12,7 mm ou 7,62 mm.

O sistema deve ser capaz de disparar munição OTAN convencional, de longo alcance e de precisão (até 40 quilômetros, revelou a Info Defensa em 2022), e incluir provisões para o conjunto padrão de comunicações do exército e o sistema de coordenação e comando de artilharia Gênesis da IMBEL.

Ainda de acordo com Info Defensa, a israelense Elbit Systems e a francesa Nexter Systems apresentaram suas plataformas, ATMOS e CAESAR.

A agência acrescentou que a empresa de defesa local Avibras Indústria Aeroespacial também poderia entrar na competição com seu 155mm/52 AP SR Tupã.

Sistema de Artilharia 155mm/52 AP SR Tupã
Conforme a Tecnodefesa publicou em janeiro de 2022, em ampla reportagem sobre o assunto, outro modelo que pode ressurgir é o Sistema de Artilharia 155mm/52 AP SR Tupã, da Avibras Aeroespacial, que em 2014, durante a feira francesa Eurosatory, anunciou uma parceria com a Nexter para adaptar o sistema de CAESAR nos veículos da família Astros MK6, com chassi Tatra T815-7 6X6, aproveitando também toda a estrutura de comando e controle (C2) e meteorológico do Sistema Astros 2020, padronizando a frota da Artilharia.

Este programa chegou a ter um convênio entre a empresa, o Centro Tecnológico do Exército (CTEx) e o Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT) para seu desenvolvimento; porém, diversos problemas na época fizeram que fosse cancelado. Todavia, esse projeto pode retornar, talvez com outro sistema de armas e características, especialmente se a Avibras conseguir uma significativa injeção de capital de seu(s) novo(s) parceiro(s) estratégico(s).

Sistema de Artilharia 155mm/52 AP SR Tupã, da Avibras Aeroespacial




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque