Pesquisar este portal

junho 03, 2023

OGMA, da Embraer, atualiza aeronaves F-16 Block 15 para o mais moderno padrão Block 70 Viper

F-16 Fighting Falcon no equipamento da Romênia. Foto: Comando Aéreo da OTAN

*Defense Romania, por Tudor Curtifan - 01/06/2023

Na semana passada, a DefenseRomania honrou um convite da gigante brasileira Embraer em Portugal por ocasião do evento internacional Embraer Media Day.

A Embraer é uma das maiores fabricantes mundiais de aeronaves civis, militares e privadas. A Embraer fornece serviços aeronáuticos em todo o mundo. A cada 10 segundos um avião produzido pela Embraer decola em algum lugar do mundo. Mais de 80 companhias aéreas em todos os continentes do mundo utilizam os E-Jets da Embraer, os produtos de maior sucesso da Embraer na aviação civil.

Ao mesmo tempo, os brasileiros também cooperam no lado da aviação militar com inúmeros estados, inclusive os membros da OTAN que possuem aeronaves produzidas pela gigante brasileira, como Portugal, Holanda, Hungria, etc.

Durante a visita a Portugal, a DefenseRomania teve a oportunidade de visitar as fábricas da empresa OGMA (Industria Aeronautica de Portugal), pertencente ao Grupo Embraer.

A OGMA não só moderniza aeronaves e produz componentes, incluindo a fuselagem da "estrela" Embraer C-390 Millennium, como também realiza a manutenção em inúmeras aeronaves militares como o C-130 Hercules, do Exército dos EUA e de outros países aliados, bem como de vários tipos: P-3 Orion, EMB 145 AEW&C, F-16, C295, AW101, EMB 314 ou Super Tucano.

Embraer C-390 Millennium

Claro que a OGMA também faz a manutenção de uma vasta gama de aeronaves civis.

O primeiro esquadrão de F-16 Fighting Falcon da Romênia, composto por 17 aviões adquiridos a Portugal, também foi modernizada na OGMA.

O plano é que a futura modernização da aeronave seja feita na Romênia no Aerostar Bacău (congênere da OGMA). As 17 aeronaves adquiridas de Portugal voaram pouco, quando chegaram ao país após a modernização efetuada na OGMA, tendo um recurso a cerca de meio do seu ciclo de vida.

Durante a visita à fábrica da OGMA, representantes da empresa confirmaram à DefenseRomania que atualmente três aeronaves F-16 Fighting Falcon MLU Block 15 estão em processo de transformação completa e modernização para a versão mais moderna do Block 70 Viper. Os aviões pertencem à Força Aérea Portuguesa. Durante nossa visita, um dos aviões estava sendo trabalhado intensamente.

Por motivos de segurança fáceis de entender, infelizmente, imagens de fotos ou vídeos foram estritamente proibidas.

O que os representantes da OGMA nos confirmaram é que o processo é extremamente complexo e vai mudar radicalmente a aeronave. Toda a atualização das 3 aeronaves para a versão mais moderna do Block 70 Viper levará nada menos que 3 anos.

Portugal ainda tem 27 F-16 depois de 17 terem sido vendidos para a Romênia.

F-16 Fighting Falcon no equipamento da Romênia. Foto: Força Aérea Romena

Além das 17 aeronaves F-16 de Portugal, a Romênia comprou recentemente outras 32 aeronaves F-16 da Noruega. As 32 aeronaves Norwegian F-16 AM/BM estão na configuração M6.5.2, e o contrato também inclui motores sobressalentes e apoio logístico.

A aeronave tem aproximadamente 10 anos restantes de serviço e garantirá a transição para o F-35 Lightning II da geração V.

Mas no contexto em que, por razões financeiras, não esperamos uma grande compra de F-35, uma frota mista após 2035 composta por F-35 e F-16 não pode ser excluída. E a decisão portuguesa de modernização na OGMA de alguns F-16 de versões mais antigas para novas pode ser uma solução também para a Romênia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque