Pesquisar este portal

terça-feira, fevereiro 23, 2021

Empresas brasileiras negociam na Idex, em Abu Dhabi


*Agência de Notícias Brasil-Árabe, por Bruno Garcia Fonseca - 23/02/2021

Empresas fabricantes de materiais de defesa do Brasil já tiveram três dias de contatos e negociações na International Defence Exhibition And Conference (Idex), feira do segmento que ocorre em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, de 21 a 25 de fevereiro. A Idex 2021 acontece no Centro Nacional de Exposições de Abu Dhabi e é o primeiro grande evento de defesa presencial do qual as empresas do Brasil participam desde o início da pandemia, orquestradas pela Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde).

A feira apresenta as últimas tecnologias e inovações na indústria de defesa, bem como oferece um ambiente para o estabelecimento de relações entre empresas, governos e instituições do setor. No pavilhão do Brasil, além da Abimde, está presente uma delegação de autoridades, com integrantes dos ministérios da Defesa e das Relações Exteriores, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e das Forças Armadas Brasileiras. Representantes da Base Industrial de Defesa e Segurança (Bids) também participam.

Entre as empresas brasileiras que expõem na feira estão Atech, Avibras, Avionics, CBC, Condor, Embraer, Gespi, Kryptus, MacJee, M&K Logistics, Siatt e Taurus, expondo no espaço promovido pela Abimde e Apex-Brasil, com apoio dos ministérios da Defesa e das Relações Exteriores e Câmara de Comércio Árabe Brasileira. “[A feira] é um marco para o setor de defesa, pois é o registro de um retorno gradativo às atividades”, afirmou em nota o diretor de projetos da Abimde, Paulo Albuquerque (na foto acima, à esquerda).

A Embraer e a Mac Jee têm estandes próprios. O presidente da Mac Jee, Simon Jeannot (na foto acima, ao centro), informou que a feira está sendo diferente esse ano, com movimento mais fraco em relação a 2019. “Mas como esta é a primeira feira desde o começo da pandemia, que viu muitas feiras sendo canceladas, este evento é um respiro para todos nós da indústria de defesa e estamos muito felizes de estar aqui porque apesar do movimento estar menor, isso não é um fator determinante, o que determina é a qualidade das visitas que estamos recebendo”, declarou Jeannot.

“Estamos felizes que a Abimde está participando de seu primeiro evento presencial desde o início da pandemia em um país árabe, e sei que não será o único. Em março, vão participar de um evento no Catar. Isso só demonstra a importância que o Brasil tem perante o mundo e a importância que essa região tem para o Brasil no setor de defesa. A Câmara Árabe está aqui para apoiá-los”, disse o chefe do escritório internacional da Câmara Árabe, Rafael Solimeo (na foto acima, à direita), que esteve presente no evento na segunda-feira (22).

A delegação brasileira é chefiada pelo secretário de Produtos de Defesa, Marcos Degaut, e tem a presença do diretor do departamento de Promoção Comercial do Ministério da Defesa, o general de divisão Luis Antônio Duizit Brito, do chefe da divisão de Produtos de Defesa do Itamaraty, César Nascimento, e do gestor de projetos da Apex-Brasil, Paulo Silva. Também está na feira o presidente da Abimde, Roberto Gallo, além de Albuquerque.

Nesta terça-feira (23), o pavilhão brasileiro recebeu uma delegação do Egito. Paulo Albuquerque destacou a importância do Brazilian Defense Day – Egypt, evento virtual realizado em julho do ano passado para aproximar os dois países, que contou com a presença de representantes do segmento e de órgãos oficiais do Egito e do Brasil. “Esse encontro abriu muitas portas para as associadas e fez com que o mercado egípcio se tornasse mais acessível”, disse.

Os organizadores da Idex promoveram uma série de medidas no centro de exposições para prevenir o contágio da covid-19. Entre elas, estão a obrigatoriedade de realizar testes PCR a cada 48 horas, e a instalação de barreiras de vidro ou acrílico em frente aos balcões de atendimento, bem como salas de reuniões em ambientes abertos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque