Pesquisar este portal

quarta-feira, março 03, 2021

Com mais de 16 meses de pedidos em carteira, Taurus já planeja aumentar a produção


*LRCA Defense Consulting - 03/03/2021

Em comunicado à imprensa distribuído hoje, a Assessoria de Comunicação da multinacional Taurus Armas discorreu sobre a divulgação do NICS - National Instant Criminal Background System Checks de fevereiro, número que representa a intenção de compra de armas de fogo nos Estados Unidos por meio da verificação de antecedentes feita pelo FBI, que mostrou ter havido um aumento de 22,84% no mês e de 24,26% no bimestre em relação aos mesmos períodos de 2020. Comentou ainda que os números são recordes, para essses períodos, em relação à série histórica iniciada em 1998.

A Taurus prosseguiu em seu comunicado, informando que o aumento das vendas traz resultados significativos para toda a indústria, uma vez que os EUA são o maior mercado mundial de armas, inclusive para sua marca, considerada a quarta mais vendida e a mais importada no mercado norte-americano.

Por fim,  a empresa divulgou que já conta com pedidos em carteira (backorders) de cerca de 2,271 milhões de armas, computando-se os realizados nos Estados Unidos (mais de 90%) e no Brasil, o que significa que tem cerca de um ano de produção já comprometida com os pedidos existentes em carteira, concluindo que este fato demonstra, mais uma vez, a preferência dos americanos pela marca Taurus. 

16 a 18 meses de backorders e aumento de produção
Ocorre que esta Consultoria realizou uma correlação matemática entre o número de backorders / meses de produção divulgados anteriormente com os números de agora e chegou à conclusão de que a expressão "cerca de um ano de produção" divulgada pela Taurus, na verdade significa mais de 16 meses de produção, podendo chegar até a 18 meses à frente.

Após consultada, a empresa confirmou a projeção e complementou que já está planejando um aumento de produção no Brasil e nos Estados Unidos para fazer frente a essa demanda excepcional, ressalvando que, como sempre mantém um estoque estratégico de matérias primas suficiente para três meses de produção, esse aumento só não seria realizado em caso de um eventual desabastecimento motivado pela pandemia ou por outros fatores imponderáveis no momento.

Por fim, torna-se relevante esclarecer a diferença logística entre backorder e backlog. Segundo a Taurus, backorder é a carteira de pedidos firmes que não pode ser atendida dentro de um prazo normal de 30 dias, seja por falta de estoque (normalmente), seja por outro motivo qualquer. Já o backlog é a carteira de pedidos firmes da companhia para os quais há estoque e que serão entregues em até 30 dias, normalmente.

Ao fim e ao cabo, o que realmente importa é que backorders não são meras intenções ou desejos de compra, mas sim pedidos confirmados e certos, mas que só serão entregues após 30 dias, de acordo com a ordem cronológica com que foram feitos e com a disponibilidade paulatina de estoque.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será submetido ao Administrador. Não serão publicados comentários ofensivos ou que visem desabonar a imagem das empresas (críticas destrutivas).

Postagem em destaque